X Contos Eroticos » Gays » Transei com meu primo na sauna gay

Transei com meu primo na sauna gay

  • 16 de setembro de 2018
  • 4157 views

Tenho um primo que completou 18 anos esse ano. Muito lindo, branquinho e que começouna academia agora. Durante minha vida o vi pouquíssimas vezes, porque meus tios moram fora do estado, e quando eles vêm para minha cidade, minha mãe pede para eles ficarem em casa. Às vezes ele me chama no facebook para conversar, mas nunca nada demais.

Bom, inaugurou uma sauna aqui na cidade e eu estava louco pra ir conhecer e arrumar um macho pra foder. Acabei despistando todo mundo em casa e a noite eu fui para lá.
A entrada é um pouco escondida, e logo na recepção já dão uma toalha e pedem para ficar com a roupa. Me falaram um pouco do lugar e disseram que tem alguns quartos escuros que a gente pode entrar e se divertir com alguém lá dentro.
Fui andando pelo lugar e só vi caras gostosos. Alguns sem toalha mesmo e com o pau duraço para qualquer um abaixar e sair chupando. Só dei uma passada de mão em alguns deles e guardei meu tesão pra outra pessoa.
Acabei entrando num quarto escuro e vi que um cara muito gostoso me seguiu. Era um homem negro, bem alto e musculoso. A pica já veio dura. Era muito carnuda e com as veias saltando. Mal entrei no quarto ele já veio chupando meus peitos e se esfregando todo em mim. Começou a forçar minha cabeça para eu chupá-lo e assim o fiz. Comecei lambendo as bolas e depois fui pela cabeçona que mal conseguia enfiar na boca. Ele foi forçando o pau pra dentro, ficava indo e voltando enquanto eu trabalhava com minha língua. Ele tirou o pau pra fora e gozou em cima de mim, e então saiu do quarto.
Procurei uma toalha pra limpar a porra toda e fiquei mais um tempinho pra ver se alguém entrava.
De repente alguém começa a tocar em mim. Um corpinho magrinho, bem gostosinho. Ele apertava meus peitos e minha barriga e ficava gemendo de tesão. Senti o pau dele crescendo e logo cheguei o corpo dele mais próximo do meu. Comecei a beija-lo e ele retribuiu. Nossos paus estavam duríssimos. Ele me virou de costas e ficou esfregando o cacete na portinha. Ele queria cu e eu estava louco pra dar o meu.
Fiquei mais ou menos inclinado e empinei a bunda pedindo rola, ele sentiu e começou a forçar o pau pra dentro. O safado estava querendo sexo mesmo. Metia feito um louco. Apertava meu peito, lambia meu pescoço, batia uma pra mim, estava me levando ao delírio. Acabei gozando muito rápido e ele logo em seguida.
Me virei e taquei um beijão no putão magrinho. Como eu estava louco pra ver a cara dele, disse:

– Afim de ir pro chuveiro pra continuar a brincadeira?

Percebi um momento de silêncio e vi que ele se direcionou para fora da sala e quando a luz apareceu, percebi que era meu primo que estava ali no canto da parede e olhando assustadíssimo para mim. Fiquei em choque. Mas já que tinha acontecido fui falar com ele:

– Olha aqui, a gente transou mesmo e foi muito bom, moleque. Por mim transaria com você todos os dias. Você me deu um tesão do caralho. E agora que eu sei que é você, fiquei com mais tesão ainda. Olha aqui pro meu pau!

Ele se virou e dei uma risadinha.

– É que nunca tinha ficado com um cara e daí logo você é o primeiro.
– Bom primo, espero que tenha gostado do meu rabão.
– Posso falar que é um belo de um rabão. Será que vou poder comer de novo?
– Vamos lá pro chuveiro que de lá a gente continua a brincadeira.

Preciso nem falar que até o dia que ele foi embora a gente transou feito dois loucos sedentos por sexo.

Contos relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 - X Contos Eroticos