X Contos Eroticos » Fetiches » Eu e minha prima na sala

Eu e minha prima na sala

  • 18 de agosto de 2021
  • 4522 views

Oi meu nome é Ever e quanto eu tinha meu 27 tive que morar com minha em São Paulo, pois tinha conseguindo um trampo lá, minha tia Ana morava com a sua filha Gabi, minha prima, magrela branquinha, pequena, cabelos longo  os peito pequenos Bunda bem magra.
Ao passar do tempo eu morando lá começamos a ficar bem a vontade, minha tia andava com babydool pela casa minha prima andava com um babydoll e as vezes só com shortinho com sutiã, fica louco de tesao.
Um belo dia eu e Gabi estávamos sentado no sofá pensando em o que fazer na noite, sem ideia vimos que na geladeira tinha uma catuaba, olhamos um pro outro e resolvemos beber, o clima começou a esquentar, eu e Gabi

conversamos e ríamos quando minha tinha chegou do serviço, era umas 20horas já eu e Gabi continuamos ali bebendo , quanto vimos já era 22 estávamos bêbado e minha tia falou que ia dormi pois estava cansada, eu e Gabi falamos que ia pro quintal pra ela dormi de boa, saímos e ficamos lá fora minha prima começou a falar que a catuaba deixava ela quente devia ser por isso o emblema da garrafa, comecei a ficar com tesao e falei pra ela parar de falar em sexo, ela se empolgou e começou a falar mais.

Gabi estava com o shortinho azul bem pequeno aparecia sua polpa da bunda, comecei a ficar de pau duro, ela percebeu e começou a me provocar abri as pernas e mostrava sua calcinha branca, ela levando veio do meu lado passou a mão no meu ombro e disse vou no banheiro.como eu estava com shorts de corrida pequeno meu pau estava desenhado certinho, demonstrando que estava super duro e latejando. Quando minha prima voltou ela sentou em minha frente e disse:

– nossa que volume e esse aí na calça!?
Fiquei sem graça, nessa hora minha tia aparece e pergunta se nós não vamos dormi, eu Gabi fala que já estamos indo, eu com medo da minha tia ver meu pai duro levando e vou ao banheiro, mais acho que ela viu, e falou algo baixinho pra Gabi, fui ao banheiro na hora que voltei minha tia falou que ia voltar pra cama, nisso Gabi começa a rir da minha cara e fala que ela viu meu pau duro.

Eu e Gabi ficamos quieto um pouco e pegamos um cigarro de erva natural pra fuma, ela sentou no chão e nessa hora eu vi que ela estava sem calcinha, eu falei que vi tudo e adorava uma peluda, ela deu risada e disse vc viu eu nem me depilei. Eu disse pra ela que estava ficando doido e queria pegar ela.
Gabi olho pra min e disse se fosse segredo eu poderia dar um beijo nela, cheguei perto dela dei um beijo e puxei ela pela cintura, ela me empurrou e disse que não ia aguentar, puxei ela é comecei a beijar e passar a mão pelo corpo dela aquela corpo pequeno e gostoso, quando desci a mão naquela bucetinha peluda estava molhadinha que eu senti a babá nos meus dedos e levei pra boca e disse que ela merecia ser chupada, ela sentou em uma escada que dava

acesso a laje e disse vem toda aberta com aquele shortinho, não pensei duas vezes cai de boca e comecei chuva aquela buceta molhada e pequena que cabia na minha boca, ela começou a se tremer e pediu pra eu sentar que ela queria retribuir na hora que ela desceu a mão e coloco no meu pau ela falou não cabe na minha boca toda, desceu e começou a me chupar me olhando, e quase gozem quando ela disse da gostoso primo, me deu mais desejo.
Coloquei ela de quatro na escada e comecei a comê-la devagar e rápido devagar e rápido, as vezes parava e lambia

ela, em um momento ela não aguentou pediu pra eu pegar ela de frente, nesse momento sente e ela veio pro cima começou a rebolar e me beijar e pergunta se eu estava gostando de comer sua prima, eu não aguentei e apertei ela e gozamos juntos e temos um gemido que acho que minha tia escutou que ela veio a janela e falou vem dormi gente, assim se beijamos e cada um foi pra sua cama em quartos separados. E pela manhã do tia seguinte ríamos na mesa do café e trocávamos olhares, ela foi trabalha e eu demorei mais uns minutos pra sair, foi quanto minha tia disse que queria conversar comigo hj a noite.

Contos relacionados

Comentários

Uma resposta para “Gordinha muito safada”

  1. Neia disse:

    Amei conto da vovó cheia de tesão fiquei com buceta piscando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 - X Contos Eroticos