X Contos Eroticos » Fantasias » Comeu gostoso o meu cuzinho

Comeu gostoso o meu cuzinho

  • 21 de setembro de 2021
  • 8267 views

Isso aconteceu na casa de uma amiga, havía combinado de encontra-la em sua casa, sai da faculdade e fui direto para lá, iria chegar antes, porém a sua mãe já iria estar lá quando eu chegasse, como eu ainda não tinha carro, costumava utilizar onibus para ir e voltar do trabalho, assim que desci do ponto, próximo a casa dela, começou a chover e não havia lugar para fugir da chuva e eu não tinha um guarda-chuva naquela hr, como eu estava levando roupa para me trocar na casa dela, pensei que me molhar não seria problema, chegando lá eu tomaria um banho e iria me arrumando enquanto aguardava ela chegar, e foi isso q fiz, logo que cheguei, sua mãe que me tratava como uma filha me falou para eu ir para o banho, ela falou que precisava sair para ir no mercado e fazer mais algumas coisas e que voltava assim que possível, mas que eu poderia ficar a vontade.

Entrei no banheiro e tomei um banho, adoro a água quente, até perdi a noção de tempo no chuveiro. Assim que sai, ouvi um barulho, chamei pelo nome da minha amiga e não tive resposta, em seguida sai do banheiro, pensei que podia ter sido coisa da minha cabeça, ainda estava enrolada na toalha, pois como estava sozinha, fiquei mais a vontade, já que minha amiga morava sozinha com a mãe, nisso fui em direção ao quarto, entrei e fui encostar a porta nesse momento fui surpreendida por alguém que a segurou antes que eu conseguisse fechar, cheguei a me assustar, pois ouvi uma voz de homem dizendo para eu não fechar, abri a porta e vi que era o Matheus, primo da minha amiga que morava ali perto. Assim que questionei o que ele fazia ali, ele sem responder nada veio para cima de mim, me agarrando e tirando a toalha que cobria meu corpo, antes que eu pudesse dizer “não”, já estava completamente pelada, enquanto ele me beijava e passava a mão pelo meu corpo, apertando minha bunda e minha cintura, aquilo me deixou com tesão na hora, já estava fora de mim, não tive tempo de recusar, logo ele passou um dedo na minha bucetinha que já estava melada, queimando, já queria sentir seu pau dentro de mim, me virou de costas para ele enquanto brincava com meu grelho com uma mão e com a outra segurava forte os meus cabelos e beijava meu pescoço, estava uma delícia.

Enquanto recebia todas aquelas carícias, ele foi me levando pra cama, fez com que eu deitasse metade do meu corpo de barriga para o colchão, ficando de 4, ele abriu um pouco as minhas pernas e sem enrolação começou a chupar minha bucetinha e a me lamber inteira, era maravilhoso, ficou ali por alguns minutos o que foi o suficiente eu perder os sentidos e gozar, eu havia gostado e ele percebeu, pediu para q eu subisse em cima da cama, sem virar meu corpo, ele se posicionou em cima de mim, senti seu corpo quente sobre o meu, cheguei a arrepiar sentindo seu pau encostando na minha bunda, ele começou a brincar na entrada da minha bucetinha que estava ensopada, em pouco minutos eu já estava rebolando para fazer o seu pau entrar em mim, o tesão já havia tomado conta. Como ele era maior que eu, estava submissa ali, ele fazia o que queria, quando percebeu que eu já estava louca de tesão e que não parava de rebolar querendo ser comida, ele segurou minha cintura, e sem falar nada encostou o seu pau todo melado na entrada do meu cuzinho, cheguei a falar que não queria, porém ele nem deu atenção e assim que terminei de falar, ele já estava enfiando a cabeça do seu cacete em mim, na hora senti dor e prazer ao mesmo tempo, não conseguia mais falar para ele parar, ele ficou entrando e saindo com a cabeça do seu pau no meu cuzinho, em pouco tempo comecei a gemer baixinho o que fez ele acelerar o ritmo e a entrar cada vez mais fundo, estava adorando aquilo, estava muito bom, conforme eu gemia, ele começava a se empolgar cada vez mais e ao mesmo tempo começou a me chamar de puta, como eu gosto de ouvir algumas sacanagens na hora do sexo, falei para ele, come essa puta do jeito que você quiser, arromba meu cuzinho, me chamou de vadia, cadela, ninfetinha e já não média mais forças, entrava com tudo em mim, meu cuzinho já não resistia, estava maravilhoso aquilo, ele pegou minha cintura e sem me dar opção, me puxou me fazendo ficar de quatro, nossa que sensação maravilhosa, sentia cada centímetro dele dentro do meu cuzinho, ele enrolou a mão do meu cabelo e começou a socar com força, enquanto me xingava, que delícia estava aquilo, de repente ele começou a dar uns tapas na minha bunda que chegava a estralar a palmada, no terceiro tapa eu não aguentava mais e falei que iria gozar, ele soltou meu cabelo é puxou forte meu quadril, aquilo foi o que faltava para eu gozar, gozei e senti seu pau latejar no meu rabo, ele me segurou e me puxou com tanta força que seu pau estava todo dentro de mim, e senti ele dando umas estocadas fortes, logo entendi a sua reação, gozou forte dentro do meu buraquinho enquanto eu gozava também, chegou a doer um pouco, mas a sensação de sentir seu leitinho me enchendo, foi uma das melhores gozadas que eu já tive na minha vida.

Contos relacionados

Comentários

Uma resposta para “Sendo Arrombado pelo Amigo Pauzudo”

  1. João Silva disse:

    Melhor conto. Meu sonho ter esposa assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 - X Contos Eroticos